EVOLUÇÃO DO CAPITAL SOCIAL EMPREENDEDOR DOS SPIN-OFFS UNIVERSITÁRIOS

Cândido Borges, Louis Jacques Filion

Resumo


Apesar de a literatura do campo do empreendedorismo reconhecer a evolução do capital social, ao longo do processo de criação de uma empresa, as pesquisas até aqui realizadas registraram, em geral, a estrutura da rede em certo momento e não as mudanças ocorridas nessa estrutura ao longo do tempo. Frente a esta lacuna, o objetivo deste artigo é responder a seguinte questão: como evolui o capital social empreendedor ao longo de processo de criação de um spin-off universitário? Para tanto, são aqui apresentados os resultados de uma pesquisa indutiva, exploratória e qualitativa realizada com oito casos de spin-offs universitários. O processo de criação de spin-offs é dividido em quatro etapas (iniciação, preparação, lançamento e consolidação) e os contatos da rede mobilizados pelos empreendedores são analisados em cada uma destas etapas. Os resultados indicam que na etapa iniciação, o capital social mobilizado é essencialmente tecnológico e que ele progride e se diversifica até a etapa de consolidação, onde ocorre o crescimento da mobilização da rede de negócios. O artigo mostra a importância dos empreendedores anteciparem a mobilização dos contatos de negócio e a necessidade das universidades e suas incubadoras favorecerem esse tipo de relação.

Palavras-chave


Spin-offs, capital social, empreendedorismo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14211/regepe.v1i1.12

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Rev. Empreendedorismo Gest. Pequenas Empres., São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2316-2058    

Prefixo do DOI: 10.14211  Classificação Qualis 2016: B1

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia