Práticas gerenciais de pequenas empresas industriais do Estado de São Paulo: um estudo exploratório

Jaime Vogel, Thomaz Wood Jr.

Resumo


Esta pesquisa teve como objetivo verificar como proprietários e gestores de pequenas empresas industriais bem sucedidas definem práticas gerenciais e identificar quais práticas eles adotam. Foi realizado um estudo exploratório com quatro empresas, incluindo visitas às instalações, entrevistas e análise de documentos. O estudo revelou características das pequenas empresas, tais como a informalidade nos processos, o acúmulo de funções, a centralização das decisões e a presença do proprietário na operação. O estudo revelou também que os proprietários e gestores das empresas estudadas estão conscientes da importância das práticas gerenciais para o sucesso do negócio, o que se reflete na adoção de algumas práticas sofisticadas de gestão. No entanto, percebeu-se que as pequenas empresas abrem mão de certas práticas consideradas relevantes, por desconhecimento, por falta de recursos, devido à atitude dos proprietários ou por estes considerarem a relação custo-benefício desvantajosa. A análise das práticas gerenciais nas áreas de planejamento estratégico, operações e logística, gestão de clientes, gestão da inovação, monitoramento e incentivos, gestão de recursos humanos, gestão financeira, relacionamento com grupos de interesse e sustentabilidade permitiu compreender a realidade das pequenas empresas e seus desafios de gestão.

Palavras-chave


Pequenas Empresas; Práticas Gerenciais; Profissionalização da Administração

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14211/regepe.v1i2.34

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional

Rev. Empreendedorismo Gest. Pequenas Empres., São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2316-2058    

Prefixo do DOI: 10.14211  Classificação Qualis 2016: B1