Mentalidade Empreendedora:O Modo de Pensar do Indivíduo Empreendedor

Ricardo Schaefer, Italo Fernando Minello

Resumo


As problemáticas do mundo contemporâneo demandam sujeitos que atuem como agentes de mudança. Existe um ator essencial nesse processo que ainda carece de maior entendimento no que se refere à sua natureza e desenvolvimento: o indivíduo empreendedor. Dentre os elementos-chave que determinam e explicam o modo de ser e agir empreendedor está o pensamento desse ator, uma dimensão fundamental, mas ainda pouco investigada. Processos que estão na base da estrutura do pensamento, e a partir dos quais a ação pode ser concebida, e em seguida realizada, carecem de um maior entendimento e sua compreensão pode trazer avanços nas pesquisas sobre a atividade empreendedora. Diante desse panorama, esta pesquisa de desenvolvimento teórico tem o objetivo de analisar as diferentes dimensões da mentalidade empreendedora, reunindo e confrontando os principais resultados e entendimentos alcançados sobre o tema. O empreendedorismo tem sido investigado e descrito não mais como uma forma de saber, mas sim como uma forma de ser, e o indivíduo empreendedor como um sujeito que tem uma mentalidade que se manifesta em um comportamento ou ação empreendedora. Resgatando e confrontando o funcionamento dos modelos mentais, das representações empreendedoras e da forma mentis do indivíduo empreendedor,  este estudo descreve como a mentalidade empreendedora estrutura o seu modo de perceber e entender a si e o mundo ao redor, definindo, por consequência, o seu modo de agir por meio da ação empreendedora.

Palavras-chave


ser empreendedor; mentalidade empreendedora; modelos mentais; representações empreendedoras; forma mentis empreendedora

Texto completo:

PDF

Referências


BANDURA, A. Social foundations of thought and action: a social cognitive theory. Englewood Cliffs. Nova Jersey: Prentice-Hall, 1986.

BARINI FILHO, U. Transmissão da competência empreendedora: um estudo de casos múltiplos. 2008. 157 p. Tese (Doutorado) – Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, São Paulo, 2008.

BAZZO, P. S. O impacto da consultoria ontopsicológica no desempenho organizacional, 2011. 110 f. Dissertação. (Mestrado em Administração) - Centro de Ciências Sociais e Humanas. Programa de Pós-Graduação em Administração. Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2011.

CARRARA, C. Entrepreneur’s forma mentis as a factor of economic success. In: DMITRIEVA, V. (Org.). The man in dialogue with the surrounding world: an ontopsychological approach. São Petersburgo:

Imprensa Universitária, 2014.

DE TONI, D.; MILAN G. S. A relação entre os modelos mentais dos empreendedores e o desempenho organizacional: um estudo exploratório em duas empresas do setor metal-mecânico. READ - Revista Eletrônica de Administração, v. 14, n. 3, p. 1-28, 2008.

DE TONI, D.; MIORANZA, G.; LARENTIZ, F.; MILAN, G. S. Modelos mentais dos empreendedores e desempenho organizacional: um estudo exploratório com empreendedores do setor metal-mecânico. Gestão Contemporânea, Porto Alegre, n. 15, 2014b.

DE TONI, D.; MIORANZA, G.; MILAN, G. S.; LARENTIS, F. As dimensões dos modelos mentais dos empreendedores e seus impactos sobre o desempenho organizacional. READ - Revista Eletrônica de Administração, v. 79, n. 3, p. 713-739, 2014a.

DHEER, R. J. S.; LENARTOWICZ, T. Multiculturalism and Entrepreneurial Intentions: Understanding the Mediating Role of Cognitions. Entrepreneurship Theory and Practice, DOI: 10.1111/etap.12260, p. 1-41, 2016.

DIAS, D. T. A. Impactos dos modelos mentais no desempenho organizacional: um estudo no setor metal-mecânico de Caxias do Sul. 2015. 168f. Dissertação de Mestrado – Universidade de Caxias do Sul, Programa de Pós-graduação em Administração, 2015.

DIAS, D. T. A., NESPOLO, D., DE TONI, D., LARENTIS, F., MILAN, G. S. A Relação entre os modelos mentais dos empreendedores e o desempenho organizacional: um estudo exploratório. Connexio – Revista Científica da Escola de Gestão e Negócios, ano 4, edição especial, p. 127-144, 2014.

DOLABELA, F. Pedagogia empreendedora. São Paulo: Editora da Cultura, 2003b.

DOLABELA, F. Oficina do empreendedor. Rio de Janeiro: Sextante, 2008.

DOLABELA, F.; FILION, L. J. Fazendo revolução no Brasil : a introdução da pedagogia empreendedora nos estágios iniciais da educação. Revista de Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas, v.3, n.2, p. 134-181, 2013.

FILION, L. J. Entendendo os Intraempreendedores como Visionistas. Revista de Negócios, v. 9, n. 2, p. 65-80, 2004.

FILION, L. J. LIMA, E. As representações empreendedoras: importantes temas para avançar em seus estudos. Revista de Negócios, Blumenau, v15, n.2, p.32-52, 2010.

FILION, L. J. LIMA, E. As representações empreendedoras: um tema essencial, mas ainda negligenciado. Revista de Negócios, Blumenau, v. 14, n. 2 p. 89-107, 2009.

FILION, L. J. O planejamento do seu sistema de aprendizagem empreendedora: identifique uma visão e avalie o seu sistema de relações. Revista de Administração de Empresas, v.31, n.3, pp. 63-72, 1991.

FILION, L. J. O planejamento do seu sistema de aprendizagem empresarial: identifique uma visão e avalie o seu sistema de relações. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 31, n. 3, p. 63-71, 1999.

FILION, L. J.; DOLABELA, F. The making of a revolution in Brazil: the introduction of entrepreneurial pedagogy in the early stages of education. In.: FAYOLLE, A. (Ed.) Handbook of Research in Entrepreneurship Education, Volume 2, Cheltenham, UK/ Northampton, MA, USA, Edward Elgar: p. 13-39, 2007.

GIORDANI, E. M. ; MENDES, A. M. M. Pedagogia ontopsicológica na orientação do estágio dos anos iniciais do ensino fundamental. Nuances: estudos sobre Educação. Ano XVII, v. 20, n. 21, p. 43-62, 2011.

HISRICH, R. D.; PETERS, M. P.; SHEPHERD, D. A. Empreendedorismo. 9. ed. Porto Alegre: AMGH, 2014.

LIANG C.; CHANG, C. C.; LIANG, C. T.; LIU, Y, C. Imagining future success: Imaginative capacity on theperceived performance of potential agrisocio entrepreneurs. Thinking Skills and Creativity, v. 23, p.161-174, 2017.

LIMA, E.; LOPES, R. M. A.; NASSIF, V. M. J.; SILVA, D. Oportunities to improve entrepreneurship education: contributions considering Brazilian Challenges. Journal of Small Business Management, v.53, n. 4, p. 1033-105, 2015a.

LIMA, E.; LOPES, R. M. A.; NASSIF, V. M. J.; SILVA, D. Ser seu Próprio Patrão? Aperfeiçando-se a educação superior em empreendedorismo. RAC, Rio de Janeiro, v. 19, n. 4, art. 1, pp. 419-439, 2015b.

MALMSTRÖM, M.; JOHNSSON, J.; WINCENT, J. Cognitive Constructions of Low-Profit and High-Profit Business Models: A Repertory Grid Study of Serial Entrepreneurs. Entrepreneurship Theory and Practice, DOI: 10.1111/etap.12096, p. 1083-1109, 2015.

MENCARELLI, C. Test “Forma mentis”. In: DMITRIEVA, V. (Org.). The man in dialogue with the surrounding world: an ontopsychological approach. São Petersburgo: Imprensa Universitária, 2014.

MENDES, A. M. Método para a gestão do conhecimento em Iniciação Científica segundo os pressupostos da Ontopsicologia, 2009. 173f. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2009.

MENDES, M. T. T. Educação Empreendedora: uma visão holística do empreendedorismo na educação. 2011. 288p. Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação - Universidade Católica Portuguesa – Faculdade de Educação e Psicologia. Lisboa, 2011.

MENEGHETTI, A. A psicologia do líder. 5. ed. Recanto Maestro: Ontopsicológica Editora Universitária, 2013.

MENEGHETTI, A. Do humanismo histórico ao humanismo perene. Recanto Maestro: Ontopsicológica Editora Universitária, 2014.

MILAN, G., DE TONI, D., DORION, E., SCHULER, M. A influência dos modelos mentais dos empreendedores no desempenho de suas organizações. Gestão.Org Revista Eletrônica de Gestão Organizacional, v. 8, n. 3, p. 355-381, 2010.

MINELLO, I. F. Resiliência e insucesso empresarial: Um estudo exploratório sobre o comportamento resiliente e os estilos de enfrentamento do empreendedor em situações de insucesso empresarial, especificamente em casos de descontinuidade do negócio. 2010. 322 f. Tese (Doutorado em Administração) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010.

MINELLO, I. F. Resiliência e insucesso empresarial: o comportamento do empreendedor. Curitiba: Appris, 2014.

MIORANZA, G. Modelos mentais dos empreendedores e sua relação como o desempenho organizacional: um estudo no setor metal-mecânico de Caxias do Sul. 2012. 123 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade de Caxias do Sul, Programa de Pós-Graduação em Administração. Caxias do Sul, 2012.

MIRANDA, C. S. O processo criativo de uma agência publicitária a partir dos princípios da Ontopsicologia e da OntoArte. 2012. 144 f. Dissertação (Mestrado em Educação, Arte e História da Cultura) - Universidade Presbiteriana Mackenzie. Curso de Pós-Graduação em Educação, Arte e História da Cultura, São Paulo, 2012.

MITCHELL, J. R.; SHEPHERD, D. A. To thine own self be true: images of self, images of opportunity, and entrepreneurial action. Journal of Business Venturing, v. 25, p. 138-154, 2010.

MONTENEGRO, A. C. V. A formação de líderes segundo a Ontopsicologia. 2012. 98 f. Dissertação (Mestrado em Administração de Empresas) – Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2012.

RAMOS, J. L. G. Aprendizagem empreendedora diante do insucesso empresarial: uma perspectiva de empreendedores brasileiros e uruguaios que vivenciaram o fracasso empresarial. 2015. 195 p. Dissertação de Mestrado. PPGA – UFSM 2015.

RIBAS, R. O saber empreendedor: diretrizes curriculares para elaboração de programas para formação de empreendedores com base na Escola Progressiva de John Dewey – reflexão e proposta. 2011. 172 f. Tese para obtenção de título de Doutor na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). 2011.

ROCHA, E. L. C., FREITAS, A. A. F. Avaliação do Ensino de Empreendedorismo entre Estudantes Universitários por meio do Perfil Empreendedor. RAC, Rio de Janeiro, v.18, n. 4, art. 5, pp. 465-486, 2014.

SANTOS, R. P. O princípio da dignidade da pessoa humana como regulador da economia no espaço transnacional: uma proposta de economia humanista. 2015. 568f. Tese (Doutorado em Ciência Jurídica) - Centro de Educação de Ciências Sociais e Jurídicas, Programa de Pós-Graduação em Ciência Jurídica, Universidade do Vale do Itajaí, Itajaí. 2015.

SCHUTEL, S. Ontopsicologia e formação de pessoas na gestão sustentável do Centro Internacional de Arte e Cultura Humanista Recanto Maestro/RS. 2010. 131f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Centro de Ciências Sociais e Humanas, Programa de Pós- Graduação em Administração, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria. 2010.

SHEPHERD, D. A. Party On! A call for entrepreneurship research that is more interactive, activity based cognitively hot, compassionate, and prosocial, Journal of Business Venturing, http://dx.doi.org/10.1016/j.jbusvent.2015.02.001, 2015.

SPANHOL, C. I. D. A. Significados e sentidos da formação continuada, segundo o método ontopsicológico: um estudo com professores do ensino superior. 2013. 225 p. Tese (Doutorado em Educação) - Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidad del Mar, Chile, Viña del Mar, 2013.

TSCHÁ, E. R.; CRUZ NETO, G.G. Empreendendo colaborativamente ideias, sonhos, vidas, e carreiras: o caso das células empreendedoras. In: BECKER, A. R. Educação Empreendedora: a formação de futuros líderes. In: GIMENEZ, F. A. P. et. al. (org.) Educação para o empreendedorismo. Curitiba: Agência de Inovação da UFPR, 2014.

WAZLAWICK, P. Pensiero filosofico della Cultura Umanistica come pressupposto alla Pedagogia Ontopsicologica: resultati del percorso formativo dei giovani nell’educazione universitaria. Saber Humano, v. 6, n. 8, p. 29-71, 2016.

WOOD, M.S.; WILLIAMS, D. W.; DROVER, W. Past as prologue: Entrepreneurial inaction decisions and subsequent action judgments. Journal of Business Venturing, v. 32, p. 107-127, 2017.




DOI: https://doi.org/10.14211/regepe.v6i3.422

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Rev. Empreendedorismo Gest. Pequenas Empres., São Paulo, SP, Brasil. e-ISSN: 2316-2058    

Prefixo do DOI: 10.14211  Classificação Qualis 2016: B1

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia