CAPITAL SOCIAL E RELACIONAMENTOS INTER E INTRARREGIONAIS EM ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS: ESTUDO NO APL CALÇADISTA DE NOVA SERRANA/ MG

Authors

  • Ana Cláudia Azevedo Universidade de São Paulo - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Programa de Pós-graduação em Administração
  • Daniel Jardim Pardini Universidade FUMEC / Faculdade de Ciências Empresariais – FACE
  • Gustavo Leonardo Simão Universidade Federal de Lavras

DOI:

https://doi.org/10.14211/regepe.v4i2.156

Keywords:

Arranjo Produtivo Local, Capital Social, Relações Intrarregionais, Relações Inter-regionais.

Abstract

O Capital Social favorece o desenvolvimento competitivo das empresas por meio da construção de infraestrutura relacional e integração entre os atores presentes em núcleos comuns, como é o caso dos Arranjos Produtivos Locais (APLs). Uma vez que as empresas inseridas nos referidos núcleos se relacionam com atores internos e externos ao arranjo, o objetivo deste estudo foi analisar a formação e o desenvolvimento do Capital Social inter e intrarregional na perspectiva dos atores organizacionais no APL de Nova Serrana - MG. Objetivou-se identificar características das relações estabelecidas pelos empresários inseridos no APL, considerando os contextos interno e externo ao arranjo, tendo como elemento mediador o Capital Social em suas três dimensões: estrutural, relacional e cognitiva (NAHAPIET; GOSHAL, 1998). Metodologicamente, recorreu-se a uma pesquisa de natureza qualitativa, conduzida sob a forma de estudo de caso. Por acessibilidade, foram realizadas 10 entrevistas com empresários integrantes do APL. Como instrumento de pesquisa, utilizou-se um roteiro semiestruturado e o tratamento dos dados foi realizado por análise de conteúdo com o auxílio do software Atlas TI® versão 7.1.4. Os resultados da pesquisa evidenciaram que os empresários reconhecem o valor das práticas sociais, utilizam-nas em benefício de seus negócios e reconhecem a necessidade de se estabelecer relações de distintas naturezas e intensidade de vínculos dentro e fora do arranjo produtivo. Contudo, esbarram em algumas dificuldades, como as posturas individualistas e introspectivas fomentadas pelos elevados níveis de desconfiança. Em suma, a inserção no APL é percebida como favorável apenas pelas empresas mais integradas ao grupo.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Ana Cláudia Azevedo, Universidade de São Paulo - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Programa de Pós-graduação em Administração

Doutoranda em Administração pela Universidade de São Paulo, Mestre em Administração pela Universidade FUMEC, professora do curso de Administração da Faculdade de Nova Serrana - FANS.

Daniel Jardim Pardini, Universidade FUMEC / Faculdade de Ciências Empresariais – FACE

Doutor em Administração pela Universidade Federal de Minas Gerais, professor do programa de Doutorado e Mestrado em Administração da FACE-FUMEC

Gustavo Leonardo Simão, Universidade Federal de Lavras

Doutorando em Administração pela Universidade Federal de Lavras. Mestre em Administração e Bacharel em Gestão de Cooperativas pela Universidade Federal de Viçosa.

Published

2015-01-09

How to Cite

Azevedo, A. C., Pardini, D. J., & Simão, G. L. (2015). CAPITAL SOCIAL E RELACIONAMENTOS INTER E INTRARREGIONAIS EM ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS: ESTUDO NO APL CALÇADISTA DE NOVA SERRANA/ MG. Iberoamerican Journal of Entrepreneurship and Small Business, 4(2), 96–132. https://doi.org/10.14211/regepe.v4i2.156